, ,

Muro de vidro funcionará como barreira à poluição sonora na Raia Olímpica da USP

projeto-muro-vidro-raia-usp-2
A Prefeitura de São Paulo ouviu sugestões de pessoas que utilizam a Raia Olímpica da USP e voltou atrás em uma medida anunciada em maio desse ano. A proposta era de substituir o muro de concreto que separa as pistas da Marginal Pinheiros e o local por um gradil, mas o incômodo sonoro gerado seria ampliado, o que desagradou a muitos.

Por isso, agora, o órgão irá instalar vidros transparentes no local, com 3,1 metros de altura. Sustentados sobre uma base de concreto com 1 metro, o material permitirá que os motoristas possam apreciar a vista da Raia Olímpica e a natureza do local. A segurança é garantida: os vidros de 10mm serão temperados e receberão película de segurança antirreflexo, tornando-os 5 vezes mais resistentes que o para-brisa de um carro. Ainda serão plantadas árvores nativas da flora nacional e um novo projeto de iluminação. Todos os custos serão pagos pelas empresas participantes do projeto.

Segundo o secretário municipal de Obras, Marcos Penido, o ruído dentro da área da USP será o mesmo de hoje. A entrega do paredão de vidro, com 2,2 quilômetros de extensão, será entregue em janeiro de 2018.

Assista o vídeo da prefeitura sobre o projeto:

projeto-muro-vidro-raia-usp

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *