, , ,

Poluição Sonora – Exposição na gravidez aumenta risco de disfunção auditiva em bebês

-

-

Estudos recentemente publicado na Suécia pelo Institute of Environmental Medicine (IMM)  informam que a exposição à poluição sonora durante a gravidez pode prejudicar a audição da criança, com um aumento de 80% de risco em ambientes com níveis altos decibéis.

A recomendação é que mulheres grávidas devem evitar os níveis de ruído superiores a 80 dB, mas infelizmente esta recomendação não é sempre seguida.

Anteriormente se pensava que os bebês recebiam isolamento apropriado ao ruído externo, mas estudos informam que os barulhos, especialmente ruídos de baixa frequência, são fisicamente conduzidos para o feto.

A pesquisa foi realizada pelo Conselho Nacional de Saúde e Bem-Estar da Suécia com mais de 1,4 milhões de crianças nascidas entre 1986 e 2008.

A exposição ao ruído durante a gravidez foi divida em três categorias: baixo (<75 dB); média (75-84 dB) e alta (85 dB).

Para as mulheres que haviam sido expostas aos ambientes de ruído de alto nível (mais de 85 dB), o risco de disfunção auditiva em seus filhos foi de 80% mais elevados do que para as mulheres que haviam trabalhado em ambientes com mais atenção acústica.

Entre as mulheres que estavam expostas aos altos ruídos durante tempo parcial, os pesquisadores descobriram um aumento de 25% no risco – o que não foi considerado um problema estatisticamente significativo.

No grupo de mães que estavam expostas na categoria média não houve aumento significativo, mas a possibilidade de maior risco nos diagnósticos na disfunção da audição foram consideradas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *