ProAcústica anuncia nova presidência e novidades para o setor

-

No último dia 17 de setembro, durante Assembleia Geral Ordinária, a ProAcústica realizou eleições para eleger os novos representantes do Conselho de Administração e da Diretoria Executiva que atuarão durante 2016/2017.

O empresário Edison Claro de Moraes, vice-presidente de Comunicação e Marketing da AFEAL e diretor geral da Atenua Som será o novo presidente executivo da ProAcústica.

Escolhi pessoalmente alguns membros da próxima diretoria e tenho certeza que teremos uma equipe vencedora. Temos muito a fazer pela frente, pois precisamos aumentar ainda mais a visibilidade da ProAcústica”, comentou Edison afirmando que durante sua gestão irá prosseguir com a captação de novos sócios para um fortalecimento ainda maior da entidade e ajudar os associados a aumentarem o seu mercado, transformando as ações da ProAcústica em benefícios para todos.

Entre as novidades, Edison informou sobre a criação um banco de dados de sistemas construtivos e ensaios de campo em parceria com outras entidades do setor para mapear o mercado de acústica e obter uma imagem mercado em geral.

Outro destaque será a criação de uma Certificação de Qualidade para empresas associadas da ProAcústica e de um “Selo Acústico” para classificar edificações com bom desempenho acústico. Outro tema em pauta será o aperfeiçoamento técnico de profissionais da área através de cursos rápidos e de aperfeiçoamento, mantendo a realização dos ensaios interlaboratoriais e viabilizar a implementação do “Ruidômetro”, aplicativo para os usuários qualificarem a acústica de restaurantes e intensificar as ações de parceria, apoiando e trocando informações com importantes players do setor da construção civil, tais como a Asbea, Secovi, CAU e o Instituto de Engenharia, além de participação em diversos eventos, como a Feicon, Expo Revestir, Seminários no Secovi-SP, no Ibape, Sobrac, entre outros.

O novo presidente irá continuar com o projeto de aprofundar as articulações políticas com a implementação das Cartas Acústicas em grandes cidades brasileiras e falou sobre a participação da ProAcústica na Câmara Municipal de São Paulo durante a “Conferência Municipal sobre Ruído, Vibração e Perturbação Sonora”, iniciativa inédita em conjunto com o Gabinete do vereador Andrea Matarazzo. “Vamos aprofundar os laços com todos e mostrar nosso plano de ação. Sozinhos, nada faremos, precisamos de todos”, concluiu Edison.

Confira quem são novos diretores e conselheiros eleitos e suas funções:

Diretoria Executiva

Presidente Executivo | Edison Claro de Moraes
Vice-Presidente Administrativo Financeiro | Alberto Safra
Vice-Presidente de Atividades Técnicas | Davi Akkerman
Vice-Presidente de Comunicação e Marketing | Luciano Nakad Marcolino
Vice-Presidente de Relações com o Mercado | Fernando Neves Caffaro
Vice-Presidente de Recursos Associativos | Günter Leitner

Conselho Administrativo

Presidente | Gilberto Fuchs de Jesus
Vice-Presidente | Nicolas Jean Edouard Isnard
Conselheiro 1 (efetivo) | Cândida de Almeida Maciel
Conselheiro 2 (efetivo) | Olavo Fonseca Filho
Conselheiro 3 (efetivo) | Rafael Schmitt
Conselheiro 4 (suplente) | Rafael Siais Furtado
Conselheiro 5 (suplente) | Edvaldo Ribeiro
Conselheiro 6 (suplente) | Marcelo de Godoy

Dicas de decoração sustentável para sua árvore de Natal

-

O Natal já chegou em diversos shoppings e lojas do país. Até em escritórios e fachadas de empresas, a decoração natalina já está marcando presença!

A ansiedade para começar a decoração em sua casa pode ser grande, mas você não está atrasado.
Segundo a tradição católica, a árvore deve começar a ser montada no dia de 30 de novembro – que é o começo do período do advento para a Igreja.

Vale lembrar que a árvore não deve ser decorada de uma vez: a montagem deve ser aos poucos, acrescentando enfeites e adereços durante as próximas quatro semanas – para a religião católica, este é um tempo de preparação. Sua árvore deve estar bem bonita a partir de 17 de dezembro, momento em que a Bíblia começa a falar do nascimento de Jesus.

Pensando nisto, fizemos uma seleção que promove a ideia sustentabilidade de forma criativa, moderna e inovadora com o símbolo mais tradicional das festas de dezembro.

Obs.: Em 6 de janeiro (Dia de Reis), de acordo com esta tradição, é o dia de desmontar a árvore de Natal.

 

 

 

 

 

Aromas: qual o cheiro ideal para os ambientes de sua casa

-
Cada residência possui uma marca, um estilo, uma personalidade e cada espaço também deve ter um aroma diferenciado. Em ambientes residenciais, o uso de aromatizantes contribui para o bem-estar e relaxamento da família.

Porém, escolher o aroma ideal para cada ambiente pode ser uma tarefa um pouco difícil. Os aromatizantes de ambientes evoluíram e agora são utilizados para contribuir na decoração também.

O tradicional incenso perdeu espaço para diversos produtos como sachês, velas perfumadas, aromatizantes elétricos, sprays e difusores, mas além de decidir o tipo de aromatizador, também é preciso saber escolher o aroma ideal para cada espaço.

-Tipos:
No quarto os aromatizantes elétricos cumprem melhor a função de perfumar, já que podem ser desligados em qualquer momento.
Para a sala, incensos e velas são as melhores opções e você acende somente quando estiver no local. Ou se preferir manter a sala sempre perfumada, a pedida são difusores com varetas, que espalham o aroma enquanto houver líquido no vidro.
Esses difusores são a melhor opção em banheiros e varandas.
Para outros ambientes e sempre que quiser, use um spray.
Mas atenção: não misture mais de dois aromas!

-No aspecto terapêutico:
Lavanda e sândalo, por exemplo, são tranquilizantes;
Cheiros amadeirados são revitalizantes e ajudam na renovação de energia;
Para amenizar a bronquite, rinite ou sinusite, pode-se usar eucalipto globulus ou hortelã pimenta.

– Ambientes:
Cada cômodo pede um aroma específico.
A sugestão é utilizar no banheiro os aromas que combatam o odor do ambiente. Por isso, as melhores opções são hortelã, pinho ou eucalipto.
Na sala, deve-se usar essências leves e alegres!
A dica são para os cítricos – que harmonizam, criam um ambiente confortante e jovial. Deve-se evitar aromas mais intensos como flores – rosa, jasmim, ylang ylang.

Já na cozinha, o aromatizante pode ser utilizado para ajudar a eliminar as moléculas de gordura que ficam no ar (abuse das águas perfumadas), utilize aromas cítricos (laranja, tangerina, limão) e outra opção é usar especiarias, que estimulam o apetite – alecrim, hortelã-pimenta, cravo, canela, manjerona.

Utilize nos dormitórios aromas destinados para relaxar como cardamomo, lírio do campo e jasmim. Outra recomendação é o uso de óleo essencial de lavanda, camomila, melissa, manjerona e mandarina.
Para criar um clima de romance, use os afrodisíacos, como ylang ylang, vetiver e alecrim, ou uma mistura do afrodisíaco patchuli.
Para ajudar a dormir, a dica é pingar umas 2 gotas de lavanda ou bergamota no travesseiro.
Em quarto de crianças agitadas, utilize laranja doce e capim limão para relaxar os pequenos.

Na área de estudos, aposte em limão, capim limão e hortelã-pimenta.

Em escritórios, também são recomendados aromas cítricos para aumentar a concentração e disposição.

O olfato é o mais marcante dos sentidos, mas é necessário algumas precauções, hipertensos e epiléticos devem evitar o uso do alecrim.

– Dicas de especialistas:
Mude a posição dos palitos nos difusores a cada 5 horas;
Após usar sprays evite o ambiente durante uma hora;
Pessoas alérgicas devem evitar produtos sintéticos, a dica é optar por óleos diluídos.

Na dúvida, consulte um arquiteto ou decorador que pode ajudar (e muito) na escolha!

Você quer ficar surdo???

-
PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído) tem sido uma das principais causas de perda da audição mas a boa notícia é que ela é 100% prevenível.
Todos os indivíduos devem compreender os riscos do ruído e como isso pode prejudicar a saude auditiva.

 

3 coisas que seus ouvidos gostariam de dizer para você

-
Alguma vez você já olhou para o seu animal de estimação e desejou que ele pudesse dizer o que esta pensando?
Você poderia tentar visualizar esta conversa com partes de seu corpo. Será que estamos tratando bem de nosso organismo?
Um exemplo, você sabe o que está fazendo com seus ouvidos?

Se seus ouvidos pudessem falar, aqui está o que eles diriam:

– Nós não somos tão sujos quanto você pensa

Você foi ensinado que é necessário limpar os ouvidos com um cotonete, certo?!
Sempre queremos ter o canal interno do ouvido completamente limpo, e para a maioria de nós, este hábito começou quando éramos criança.
Mas a cera é benéfica para seus ouvidos, protegento a pele do seu canal auditivo e oferecendo uma proteção natural contra bactérias e água.
Quando a limpeza manual não é realizada, a cera migra naturalmente para fora de sua orelha.
Utilizar cotonete também pode empurrar a cera para dentro do ouvido, causando traumas na parede do canal auditivo ou na membrana timpânica.

Dica:
A melhor maneira de limpar seus ouvidos é utilizar uma toalha após o banho na área externa da orelha.

– As orelhas são completamente sob apreciadas
As orelhas oferecem funções que não estamos sequer conscientes, por exemplo, você sabia que o aparelho auditivo ajuda a equilibrar?
O ouvido interno tem duas funções: a audição e o equilíbrio.
Dentro do seu ouvido, temos minúsculas células que transportam informações de movimento e sinais diretamente para o cérebro.

Uma vez que o cérebro recebe as mensagens, ele processa as informações junto com outros sentidos e encaminha sinais para os músculos, mantendo um equilibrado perfeito.

– Sua audição não vai ficar melhor com a idade
Mesmo possuindo uma boa genética, nada pode protegê-lo de danos auditivos.
Tenha consciência e adquira medidas preventivas o mais breve possível.

A perda auditiva induzida por ruído afeta 1 em cada 6 adolescentes e os números estão subindo graças à nossa dependência da tecnologia (como fones de ouvido e sistemas de som).
Selecione abaixo algumas matérias sugeridas aqui no blog da Atenua Som:

VidroSom 2015 – Seminário apresentou inovações em acústica do vidro

-

A 7ª edição do VidroSom (Seminário de Soluções Acústicas em Vidro) reuniu mais de 120 pessoas e apresentou cinco palestras de alto nível em Salvador (BA), cumprindo mais uma vez a missão de levar informação e conhecimento técnico sobre a capacidade acústica do vidro para arquitetos, consultores e demais profissionais do segmento.

Na primeira, o engenheiro Carlos Henrique Mattar – da CEBRACE – mostrou conceitos interessantes sobre como funciona o som, como é transmitido, como é feita sua caracterização, percepção e intensidade. Destacou também aspectos sobre o desempenho do vidro usado para isolar os ruídos e as diferenças entre o vidro laminado e o vidro monolítico. No final, apresentou detalhes sobre a evolução da aplicação do vidro em fachadas e estudos de casos de soluções acústicas em edifícios residenciais e corporativos.

O empresário Edison Claro de Moraes, vice-presidente de Comunicação e Marketing da AFEAL, e diretor geral da Atenua Som, usou de toda sua experiência em soluções acústicas para caixilhos para apresentar diversos “cases”. Em um deles, contou que um barulho estridente perturbou durante muito tempo os hóspedes do Unique, luxuoso hotel em São Paulo.

“Foram feitas diversas medições até que a situação foi resolvida graças a Lei da Fresta, segundo a qual 1 mm de fresta pode representar 10% de perda no isolamento”, frisou. Além disso, chamou a atenção para a importância do cálculo de transmitância acústica. “Não basta saber a transmitância do vidro se não conhecer a transmitância do perfil. Como melhorar os produtos se não temos esse número?”, concluiu.

A arquiteta Débora Barreto, de Salvador, mestre em Engenharia Ambiental Urbana na área de poluição sonora, destacou a influência da esquadria no isolamento de fachadas para atender aos requisitos da Norma de Desempenho 15.575. Neste contexto, explicou que a esquadria representa o elemento mais vulnerável em termos de transmissão sonora.

“No entanto, esse isolamento necessário depende diretamente da localização da edificação, ou seja, as características do entorno e o partido arquitetônico impactam diretamente no comportamento sonora”, explicou. No final, apresentou “cases” que comprovam a e influência de diversos fatores no isolamento global da fachada de uma edificação com foco nos projetos, tipologia e na qualidade da instalação da esquadria.

Já o empresário José Guilherme Aceto, diretor geral da Avec Design, apresentou uma janela deslizante, transparente, padronizada, com aplicação de vidro laminado ou temperado, que dispensa caixilhos e manutenção. Em sua apresentação, destacou também a necessidade de se utilizar produtos duráveis, evitando o descarte de materiais no Planeta. Encerrou a palestra com uma frase marcante do jornalista Joelmir Beting: “A natureza não se defende, ela se vinga”.

Por último, a engenheira Michele Gleice, diretora técnica do ITEC – Instituto Tecnológico da Construção Civil, fez um panorama dos ensaios acústicos realizados em esquadrias de diversas empresas, ressaltando a importância das empresas testarem seus produtos. “Aproveitem os laboratórios de ensaios como uma chance para errar”, sugeriu. “É melhor errar no laboratório do que errar no cliente”.

No final, todos os palestrantes participaram de um debate e responderam diversas questões da plateia. Realizado pela Atenua Som, o evento contou com o patrocínio exclusivo da CEBRACE e apoio da Avec Design, AFEAL, ITEC, PROACUSTICA, ABRAVIDRO e ABIVIDRO.

Veja vencedores do concurso de desenho do VidroSom Salvador 2015

-
Como já é costume a cada edição, o VidroSom 2015 (Seminário de Soluções Acústicas em Vidro) promoveu um concurso de desenhos entre os alunos da rede pública de Salvador, sede do evento este ano. A escola escolhida foi o Colégio Estadual Sátiro Dias (Salvador/BA) e também participou do concurso a Nova 4E, escola para pessoas especiais em São Paulo. O tema foi “A poluição sonora e minha vida” e teve como objetivo de despertar em crianças de 7 a 12 anos a conscientização sobre os graves problemas provocados pela poluição sonora nas grandes cidades.

No total, foram inscritos mais de 50 trabalhos e escolhidos os quatro melhores.
Pelo Colégio Sátiro Dias, as vencedoras foram as alunas Alexia Delego Bronze, Hanna Nunes Ferreira e Marcela Santos de Alencar. Da Nova 4E, o vencedor foi Felipe Braga Fidélis. Todos eles receberam um notebook oferecido por empresas que apoiaram o evento, foram elas: Fise , Speed Dry, Luxalum  e Divinal .

Como no ano passado, essa edição do VidroSom teve cunho social. O dinheiro arrecado com as inscrições dos participantes será revertido para a Nova 4E – Entidade Especializada em Pessoas Especiais, de São Paulo; e para o NACCI – Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil, de Salvador (BA).