Misofonia: o distúrbio da modernidade

Aquele seu amigo que se estressa com facilidade com barulhos repetitivos, sejam eles de mastigação, respiração, não é necessariamente uma pessoa mal-humorada. Ela pode sofrer de misofonia, um distúrbio descoberto recentemente por especialistas.

A pessoa que sofre dessa condição tem uma reação de raiva intensa ao estar em contato com esse tipo de ruído. A explicação por parte dos cientistas é que o cérebro de quem sofre de misofonia está programado para ter reações excessivas ao ter contato com esse tipo de “ameaça”.

Esse tipo de problema pode, inclusive, afetar a vida profissional de quem sofre do distúrbio. Isso porque, ao ter de ouvir certos ruídos como mastigação de um alimento crocante, respiração ou até o farfalhar de folhas, sente emoções que beiram ao ódio, querendo inclusive se recolher. Na Inglaterra, são conhecidos os casos de pessoas que pediram demissão devido ao barulho.

Ainda não existe um tratamento que cure a pessoa que sofre de misofonia, porém alguns optam por realizar suas atividades rotineiras utilizando tampões de ouvido.

Outra ideia que está em fase de testes pelos cientistas é passar uma corrente elétrica de baixa intensidade pelo crânio. Isso pode ajudar a ajustar algumas funções do cérebro e consequentemente, reduzir o distúrbio.

Como se proteger dos ruídos do carnaval

carnaval37405

Carnaval é época de festa e muita alegria. É difícil encontrar alguém que não goste desse período no ano: seja para festejar ou descansar, os quatro dias que pertencem ao Carnaval costumam ser muito bem aproveitados.

E para quem aproveita os festejos, é importante estar atento a intensa exposição próximo de aparelhos de som, que costumam estar muitos decibels acima do permitido.

Confira a seguir algumas dicas para curtir a folia, mas sem prejudicar a audição:

1- Mantenha distância das caixas de som
Seja em festas de rua ou assistindo ao vivo as escolas de samba, o recomendado é manter distância da principal fonte de ruído: as caixas de som. O ruído emitido por elas é extremamente alto e ficar exposto em um período frequente pode trazer danos definitivos.

2- Faça alguns intervalos distante do barulho
Durante a folia, procure estabelecer períodos em meio à festa intercalados com momentos de repouso da audição. Procure, a cada meia hora, ir para um local mais silencioso e ficar ao menos dez minutos descansando os ouvidos.

3- Aposte em protetores auriculares
Altamente recomendado para quem trabalha em locais com contato direto com todo o ruído carnavalesco, os protetores auriculares se tornam uma excelente opção para proteger e poupar a audição.

4- Preze por um sono de qualidade
Um local silencioso na hora do sono faz toda a diferença não só para recarregar as energias, mas também para dar o descanso que sua audição merece. Então prefira um local tranquilo para dormir.

5- Dê férias aos seus ouvidos
Se durante o período de festas não for possível ficar longe do barulho, tente na semana seguinte ao Carnaval dar o máximo de sossego possível para sua audição, evitando o uso de fones de ouvido, música alta e locais barulhentos.

6- Consulte um otorrinolaringologista
É muito importante visitar frequentemente um otorrinolaringologista, principalmente se após a exposição a ruídos seja constatado um zumbido no ouvido ou a sensação de perda de audição.

6-dicas

Dicas dadas, agora é só curtir a maior festa brasileira com cautela! Bom Carnaval a todos!