Mitos e verdades sobre vedação para evitar ruídos em casa

Quando o assunto é barulho, todo mundo acha que sabe. A seguir, esclarecemos algumas dúvidas que costumam confundir as pessoas

mitos1 mitos2

PROMETEU, TEM QUE CUMPRIR

 

Ao escolher um imóvel pronto ou na planta, o cliente tem o direito de saber o nível de desempenho acústico definido pela construtora, que pode sofrer ação judicial em caso de não atendimento

 

Polêmica à parte, na prática, a Norma de Desempenho tem força de lei perante o Código de Defesa do Consumidor. Qualquer material de publicidade usado pela construtora na divulgação de um empreendimento vale como documento para o cliente que se sentir prejudicado. Segundo Fábio Villas Bôas, diretor do Sindicato da Construção (Sinduscon-SP), já existem escritórios de advocacia especializados em contestar o cumprimento das novas regras. “As empresas vão se ajustar à medida que o consumidor estiver mais atento. Será um favor para o mercado se o cliente começar a perguntar sobre o nível de desempenho já no estande de vendas”, diz.

 

Fonte: Revista Arquitetura e Construção – Julho 2018

 

https://arquiteturaeconstrucao.abril.com.br/sua-obra/mitos-e-verdades-sobre-vedacao-para-evitar-ruidos-em-casa/

Como prevenir seu pet contra rojões

A realização da Copa do Mundo traz de volta uma preocupação que de tempos em tempos aparece: como lidar com os animais de estimação diante do barulho de fogos e rojões.
Primeiramente, é preciso esclarecer que, segundo especialistas, esse barulho não causa qualquer dano à audição dos pets, embora possa provocar crises convulsivas em animais com esse histórico. Sabendo disso, é preciso ter cuidados para evitar que o bichinho fique muito assustado.
A principal coisa a se fazer é evitar deixá-lo preso na coleira, uma vez que existe o risco de, ao se desesperar, o animal acabe se enforcando. Também é aconselhado deixar portas e janelas fechadas, especialmente nos locais onde eles dormem.
É interessante lembrar também que cães podem ser treinados a se acostumar com barulhos, embora cada um leve um tempo diferente para se habituar. Em situações extremas, é possível também colocar bolinhas de algodão no ouvido do bichinho, sempre se lembrando de retirar após tudo se acalmar novamente.

A relação da música com o desenvolvimento afetivo da criança

Aproveitando o período de férias escolares, é interessante falarmos de uma atividade comum para muitas crianças: o ensino musical. A parte interessante é como o ensino musical está relacionado com o desenvolvimento afetivo delas.
De acordo com o fundamento dos autores Edgar Willems (1890 – 1978) e Murray Schafer (1933), a música tem a capacidade de trabalhar o afeto e as questões relacionadas com suas emoções, pois ela alegra, entristece, acalma e mobiliza. Além disso, cada música possui um significado singular para ser explorado.
Consequentemente, as crianças podem lidar melhor com determinadas situações na vida adulta, o que é extremamente benéfico para a qualidade de vida das mesmas.
Havendo a possibilidade, coloque as crianças no estudo musical, pois além de aprenderem essa sublime arte, ainda desenvolverão uma melhor capacidade de compreenderem suas emoções.