Foco no que interessa!

O cérebro humano é adaptado para realizar diversas funções complexas, e muitas delas ainda não são bem compreendidas. Uma delas, denominada “cocktail party effect“, ou “efeito coquetel”, corresponde à habilidade de focar em sons específicos em ambientes ruidosos.

Sem o desenvolvimento dessa habilidade a comunicação seria uma atividade muito difícil, demandando muito esforço por parte dos interlocutores. Graças a ela podemos conversar em festas, interagir durante confraternizações, entender os professores numa sala de aula barulhenta.

Os estudos sobre esse efeito tiveram início na década de 1950, e por se tratar de um fenômeno tão cotidiano, despertou grande interesse nos campos de pesquisa de acústica, psicologia, audiologia e neurociência. E exatamente por se tratar de um evento tão comum, não notamos o quanto ele é complexo. Complexo o suficiente para ser uma barreira na tecnologia de identificação de fala, que não conseguiu replicar com sucesso essa audição seletiva.

Monitoramento de atividade cerebral

Uma equipe de pesquisadores do Departamento de Fala e de Ciências da Audição da Universidade de Washington utilizou técnicas de imageamento da atividade cerebral de sujeitos em condições em que o cérebro realiza esse processo de foco em sons específicos. Essas imagens permitem identificar a dinâmica do córtex auditivo e correlacionar os dados temporais e espaciais da atividade do cérebro.

Os resultados desse estudo levaram à teoria de que a identificação de fontes ocorre pela correlação temporal entre diversos parâmetros. Informações sobre frequência, localização espacial, entre outros parâmetros são agrupados pelo cérebro. Além disso, há uma parcela de colaboração entre informação visual e auditiva, tornando mais fácil a compreensão da fala em ambiente ruidoso.

Ainda existem muitas questões sem resposta sobre o assunto, porém é conclui-se que o ser humano sabe lidar muito bem com o ruído que o cerca. Mas não necessariamente precisamos demandar toda essa energia cerebral o tempo todo. Evitar ambientes ruidosos em casa e no trabalho pode trazer maior conforto e produtividade. Para isso, entre em contato conosco para conhecer nossas soluções!

1 responder
  1. Navarro
    Navarro says:

    Muito interessante. Isso explica como um grupo de mulheres conseguem conversar juntas assuntos completamente diferentes.

    Responder

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *