Posts

Som em excesso: perigo para a audição

 

 

 

Está chegando uma das épocas mais animadas e movimentadas do Brasil, o Carnaval. Então, temos um lembrete para você curtir a folia sem que prejudique sua saúde auditiva: cuidado com o barulho em excesso.

O barulho causado pelos trios elétricos, carros de som e festas carnavalescas geram desconfortos auditivos, causando danos à nossa saúde, como sensação de pressão nos ouvidos, zumbidos e dificuldades para ouvir, além de comprometimentos neurológicos. Conforme medições realizadas nos anos anteriores, quem permanece a 50 metros de um trio elétrico está exposto a um ruído de 96 decibéis e quem fica logo atrás do trio enfrenta um barulho ainda maior, que pode chegar a 120 decibéis, intensidade próxima a de uma turbina de avião.

Atenção para um detalhe, o ouvido humano suporta sons de até 85 decibéis e é recomendado para quem vai curtir a folia, uma distância mínima de 10 metros do equipamento de som. Outra recomendação dos especialistas da área é o uso de protetores auriculares, que diminuem o impacto do barulho nos ouvidos, alguns deles diminuem em 15 decibéis e outros reduzem em 25 decibéis, sendo fabricados em silicone e acrílico.

Se nenhuma dessas opções for possível, uma alternativa é fazer intervalos em locais mais silenciosos de 10 a 15 minutos para dar um repouso aos ouvidos por alguns momentos durante a folia. Fique atento, se não conseguir ouvir o amigo ao lado, significa que o som está alto demais!

Para aproveitar a folia do Carnaval sem preocupações, entre em sintonia com o bem-estar e cuide de sua saúde, siga as recomendações e boa diversão! ;)

Carnaval: Exposição prolongada ao barulho dos trios elétricos pode prejudicar a audição

 

Especialistas na área de saúde alertam músicos, percussionistas e foliões do carnaval para os efeitos nocivos gerados pelo elevado barulho de aparelhagens de som nas festas e micaretas, podendo prejudicar a audição.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Otologia (SBO), é durante o carnaval que se verifica um aumento expressivo do número de casos de pessoas que apresentam problemas nos ouvidos, causados principalmente, pelos ruídos derivados de caixas de som super-potentes dos clubes e trios elétricos.

O ouvido humano suporta até 90 decibéis. A partir daí, já existe a possibilidade de lesões, muitas vezes irreversível, levando a perda auditiva. Um trio elétrico pode gerar ruídos entre 96 decibéis a 120 decibéis.

Médicos afirmam que um indivíduo não pode permanecer em um ambiente com atividade sonora de 85 decibéis de intensidade por mais de 8 horas. Esse tempo cai para 4 horas em lugares com 90 decibéis; 2 horas em locais com 95 decibéis; e 1 hora onde a intensidade supera 100 decibéis.

“-Nosso objetivo não é tentar convencer as pessoas para que não brinquem o carnaval, mas alertá-las para algumas coisas que podem parecer sem importância, como a altura do som, mas que podem acarretar conseqüências desastrosas para sua vida”, alerta o médico da SBO.