Posts

4 Fases do Sono – A Necessidade de Dormir

 

O sono acontece de forma cíclica, alguns momentos são leves e outros profundos.
Estas fases são importantes para a manutenção da saúde do corpo e da mente.

Especialistas informam que cada ciclo pode durar, em média, 90 minutos, e é composto por 4 estágios:

Fase 1
As ondas cerebrais desaceleram aproximadamente 70% menos do que quando estamos acordados, estágio onde ficamos entre o estado de vigília e sono – chamado de semiconsciência.

Fase 2
Considerado a estágio mais longo – ocupando de 45% a 55% do tempo de repouso – as ondas cerebrais ficam mais desaceleradas e oscilam na mesma frequência de uma meditação.

Fase 3
Estágio mais distante da consciência e quando entramos em processo de recuperação fisiológica.
A duração é de 3% a 5% do tempo, passando rapidamente para o estágio 4.

Fase REM
Na fase 4 entramos no sono profundo que ocupada cerca de 20% do tempo de sono.
Nosso corpo diminui a freqüência cardíaca e a pressão arterial, a respiração torna-se constante e regular e acontece a produção de hormônios.

Cada pessoa tem ciclos do sono totalmente individuais, e a qualidade do sono pode ser alterada por diversos fatores:
– boa alimentação
– realizar atividades físicas
– utilização de medicamentos ou bebidas alcoólicas
– obter um ambiente aconchegante, relaxante e longe de barulhos externos.

Imagem Fonte: BioSom

14 complicações causadas pela insônia!

-

Perder o sono faz perder a saúde do corpo e da mente.

– Diminui a concentração e memória
– Reação mais lenta
– Mais suscetível a sofrer um acidente
– Risco de ansiedade
– Risco de depressão
– Faminto e apto a comer mais
– Hipertensão arterial
– Aumenta o risco de câncer
– Aumeta o risco de obesidade
– Enfraquece o sistema imunológico
– Risco de problemas cardiácos
– Quadruplica o risco de AVC
– Risco de desenvolver diabetes
– Perda de tecidos cerebrais

Fonte: BioSom

Sono profundo ajuda a regular o açúcar no corpo

-
Noites mal-dormidas podem aumentar o risco de desenvolver diabetes, é o que indica a pesquisa da Associação Europeia para o Estudo da Diabetes.

Problema cada vez mais frequente na sociedade moderna, ter dificuldade em obter uma boa qualidade de sono pode perturbar o metabolismo da gordura e reduzir a capacidade de insulina para regular o açúcar no sangue.

Fases do Sono
O sono é dividido em fases, de acordo com as ondas cerebrais e relaxamento muscular. Na fase mais profunda, as ondas cerebrais são lentas e o relaxamento muscular é mais intenso. Nesse momento, o relaxamento muscular e diminuições do ritmo cardíaco e respiratório permitem a recuperação das energias.

Para chegar à fase de relaxamento, o corpo precisa passar por três etapas que vão preparando o organismo para a recuperação. Interrupções que podem tornar o sono superficial não permitem que se chegue ao estágio mais profundo.

A pesquisa
Para testar o impacto da qualidade do sono no controle do nível de glicose no sangue, nove homens e mulheres saudáveis foram monitorados por duas noites consecutivas para verificar seu padrão de sono normal.

Nas três noites seguintes, a equipe de pesquisadores os acordava com um ruído alto quando eles estavam para entrar em sono profundo. A quantidade total de sono que eles tinham a cada noite, porém, se mantinha a mesma.

Após injetarem glicose nos voluntários e medirem seus níveis de açúcar no sangue e a reação da insulina, os pesquisadores descobriram que oito deles haviam se tornado menos sensíveis à insulina.

Os especialistas concluíram que estratégias para melhorar a qualidade e a quantidade de sono deveriam ser consideradas como potenciais intervenções para prevenir ou retardar o desenvolvimento da diabetes do tipo 2 em grupos de risco.